Marcas fortes em pequenas e médias empresas (PME)

As pequenas e médias empresas podem e devem se preocupar em ter uma marca fortalecida no mercado logo no começo dos negócios. E investir nisso não é uma necessidade que está à disposição apenas das megaempresas. Os menores também podem fortalecer sua comunicação e imagem para agregar valor a seus produtos/serviços. Leia mais: “5 dicas para fortalecer sua marca nas redes sociais“.

 

A marca para a pequena empresa é essencial, porque confiará valor e credibilidade. Do contrário, será apenas uma competição por preços mais baratos, mas sem essa garantia de uma identidade e um estilo fortalecido. E com essa identidade claramente definida e reforçada aos olhos do seu consumidor, a possibilidade de alcançar patamares maiores e até elevar seus preços é possível.

 

Muitas pequenas e médias empresas brasileiras não se preocupam com esses aspectos e pecam nesse sentido. A ideia é a de que cuidar da marca sai caro. Claro que algumas ações envolvem valores altos, mas sempre é possível investir em algumas medidas para que isso se desenvolva de uma maneira mais simples. Veja mais em: “A primeira impressão é a que fica.”

 

O começo é definir o propósito da empresa e o seu posicionamento perante ao público-alvo, o que ela quer passar, fazer, realizar. Depois disso é possível construir essa identidade de maneira mais sólida e embasada. E daí em diante outros aspectos podem ser orientados no negócio, como decoração, cores, vestimenta e comportamento de funcionários, atuação nas mídias sociais, entre outras atuações que não envolvam custos elevados.

 

Entenda seus pontos fortes, destaque-os da melhor maneira que puder e seja fiel à suas convicções. Tenha clareza na missão e no comportamento da empresa e se for necessário mudar o direcionamento em alguma frente de atuação faça isso, mas com o objetivo de sempre agregar valor ao seu produto/serviço e, consequentemente, à sua empresa/marca.

Faça um comentário